top of page

Mude sua vida mudando seus horários

Atualizado: 7 de mai. de 2021

A culpa de você não ser tão saudável não é sua: é dos seus horários.

Diga-me como é sua rotina que eu te digo se você é saudável ou não.


Você já afirmou pra você mesmo ou para o mundo que você era um ser noturno? Dorme tarde porque precisa produzir mais e sente que à noite é quando seu foco aumenta? Tem dificuldade para acordar e precisa de 5 sonecas e 1 litro de café pra abrir o olho direito?

Aí só começa a produzir de fato após o almoço, continua tomando seu cafezinho e, por ter perdido a manhã toda, precisa trabalhar até mais tarde?

E você fica num looping infinito que, definitivamente, está te adoecendo e você nem percebe. Ou percebe.


O fato é que tudo isso melhoraria se você mudasse os seus horários e ajustasse o seu ciclo circadiano.

"O que é isso, Carla?", você me pergunta.

E eu te digo: o ciclo circadiano é o que vai te trazer mais saúde!


Somos seres que precisam viver de acordo com a natureza. E, como já se sabe, a natureza é cíclica. Tudo tem um começo e um fim no seu tempo.

O dia tem 24 horas, e a gente percebe que metade do dia há a luz do sol e a outra metade não. Bom, isso varia de lugar pra lugar, estação para estação, mas é algo que nosso corpo percebe muito bem.


Quando conseguimos ajustar nossas tarefas e hábitos de acordo com a natureza, tudo flui melhor, você fica mais disposto, come na quantidade (e qualidade) correta, dorme o suficiente, fica mais produtivo e mais feliz.


A medicina ocidental vem passando por uma revolução (silenciosa, talvez) com o surgimento da cronobiologia. Esse estudo revela o modo como o tempo afeta a fisiologia de maneiras brutais e sutis. Isso quer dizer que o momento em que se faz alguma coisa rege tudo o que acontece dentro do seu corpitcho.


O ritmo circadiano é o período de 24 horas do dia, e sua importância já vem sendo mostrada há anos, desde o surgimento das antigas práticas ayurvédicas, e pode ser a cura para muitas doenças crônicas.


Já foi comprovado pela epigenética que o estilo de vida é mais importante do que o que seu DNA te fornece, de fato. Contudo, não basta você comer bem, exercitar-se algumas vezes na semana e ter um sono de qualidade. É preciso, também, ter um cronograma ideal dessas atividades para que elas funcionem a favor de sua fisiologia.


Percebo que muita gente vive com inflamação crônica mas nem percebe, porque se acostumou. O corpo humano é capaz de se acostumar com coisas boas e ruins, você sabe. E notei que o novo normal é viver inflamado!

Ter stress, constipação, hipertensão, insônia, sobrepeso, refluxo, azia, alergias, rinite, e até diabetes tipo 2, virou normal. Quem não tem uma "coisinhas" dessas?


A verdade é que não é normal. Só está comum.

Mas você não nasceu pra sofrer; o seu corpo foi feito para viver em equilíbrio, e é isso o que ele busca o tempo todo.


O problema é que você o amordaça e vai empurrando com a barriga pra poder ser mais e mais produtivo.


Hoje, quero te ensinar sobre o "relógio ayurvédico" para que você consiga realmente viver mais saudável e produtivo.

Então, vamos lá:


Das 6h às 10h: esse é o horário em que há o predomínio da energia Kapha, que é o dosha que une as qualidades dos elementos água e terra. Ou seja, uma energia pesada, não? Acordar antes desse horário é mais fácil para o corpo, porque ele gasta menos energia pra sair da inércia. O corpo também tem mais propensão à congestão e retenção de líquido. Como é uma energia muito "parada", é recomendável fazer atividades físicas nesse momento do dia, bem como uma alimentação leve. Procure fazer atividades que requerem resistência, como ler e responder e-mails e mensagens, escrever suas metas diárias, ou qualquer coisa que você tenha que se manter "firme".


Das 10h às 14h; horário predominantemente da energia Pitta, unindo qualidades dos elementos fogo e água. Portanto, é uma energia de transformação, de potência. É o horário em que, juntamente com o sol, nosso fogo digestivo está em seu maior potencial. Por isso, o recomendável é que você faça sua maior refeição por volta do meio dia (até às 13:30 é aceitável). Tanto a mente quando o corpo e a digestão estão a todo vapor. Exercícios nesse horário não são recomendáveis, pois você já está bem desperto e com fogo. A energia de Pitta também tende a deixar as pessoas mais irritadiças e entusiasmadas. Sabe o mau humor do meio dia? Não culpe apenas a baixa glicemia. Além de estar com mais fogo que o habitual, pode ser que você tenha tomado café demais, comido algo apimentado, ou passado por alguma situação que te deixou ainda mais nervoso.


Das 14h às 18h: momento Vata do dia, energia que une as qualidades dos elementos ar e espaço (éter). É quando temos pensamentos ágeis e criativos. Estamos, ainda, muito mais comunicativos e expressivos. Ótimo momento, portanto, para marcar reuniões ou para criar novos projetos. Por ser energia do ar, nos sentimos ressecados e muitos pensam ter fome nesse horário. Mas, muitas vezes, é apenas uma desidratação. Se mantenha hidratado com água ou algum chá de ervas. Evite café nesse horário. Além de te desidratar mais e deixar mais ativo ainda, pode ser que você tenha dificuldade de dormir. Muitas vezes também, sentimos falta de foco e concentração. É importante quebrar as tarefas em blocos. Uma sugestão é que a cada 30 minutos, por exemplo, você faça uma pausa, se espreguice, tome uma água. Se puder, se conecte com a natureza, pise na grama. Isso vai ajudar no aterramento necessário para equilibrar o Vata.


Das 18h às 22h: Voltamos à energia Kapha. O corpo volta a ficar mais pesado e quer inércia. para que possa se preparar para dormir. Após às 18h, o sol já vai se pondo e, junto com ele, nosso fogo digestivo também fica mais fraco. então não é hora de sobrecarregar seu corpo com calorias densas e pesadas: seu corpo quer o contrário. A mente está passando do estilo de pensamento rápido e fácil de se distrair para algo mais firme. Por isso muita gente afirma que e1 produtivo à noite, pois a energia está mais estável. Mas é fácil sobrecarregar a mente e dificultar o sono mais tarde, quando for necessário. Recomendo, então, fazer uma leve refeição (de preferência sem alimentos de origem animal) e ir se desconectando de todos os eletrônicos, dedicando-se a atividades relaxantes. Ao final desse período (por volta das 22h), é bom já estar na cama.


Das 22h às 2h: e voltamos para energia Pitta. O corpo também está quente e pronto pra fazer transformações, mas não é a mesma que é feita pela manhã. Agora o corpo quer fazer a limpeza, a regeneração de células e tecidos, a produção dos hormônios. Por isso é tão importante estar dormindo nesse horário. E, comer, nem pensar. Nosso fogo digestivo está desacelerado, pois o corpo só quer gastar energia com as atividades que mencionei aí acima. O organismo transforma toda a nutrição do dia em hormônios e enzimas para funcionar no dia seguinte. Se for dormir no início desse período, essa energia Pitta trabalha a seu favor. Se passar muito desse horário, você vai "acender" novamente e vai ser mais difícil dormir.


Das 2h às 6h: E terminamos o ciclo circadiano com a energia do Vata novamente. O sono fica mais leve, os sonhos mais vivos. Novamente temos reflexos rápidos e pensamentos ágeis. Muitas pessoas têm insônia nesse período, pois acordam e sentem dificuldade de voltar ao sono por causa da mente acelerada. Por isso a importância de cuidar do que você come e faz o dia todo para que você consiga ter uma noite de sono ininterrupta. O melhor horário para você acordar é no final desse período: você se sente mais leve e com mais agitação do que se for esperar o momento Kapha (6 às 10), que é mais pesado.



Fez sentido pra você?

Que tal experimentar essas mudanças nos seus horários e perceber a verdadeira transformação na sua vida e na sua saúde?

Além de você se sentir mais produtivo, com mais disposição e energia, de quebra, você pode até perder aqueles quilinhos extras :)

Se tentar, me conta. Vou amar saber!


Se quiser me ouvir falando sobre esse assunto, clique no link abaixo para ver o vídeo no meu canal do YouTube!!


https://youtu.be/EhBD4LEAPy4



12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page